15 de dez de 2014

Mais uma vez sobre você

Acho que prometi umas cem mil vezes que não iria mais escrever sobre você, e aqui estou eu de novo após ver apenas uma foto sua com esse sorriso que sempre e sempre fez meu coração bater mais rápido. Dessa vez eu não vou mais me culpar por escrever sobre você, tenho certeza que você não leu nenhum dos outros textos que já fiz pra você, e se leu não sei se riu ou se simplesmente soube que era pra você e mesmo assim não veio falar comigo, bom minha intenção nunca foi você vim falar comigo por causa dos meus textos na verdade acho que você nem lembra de mim, e se lembrar talvez seja como alguém que você não gosta, talvez você nem fique mais sem folego quando me ver, talvez nem lembre mais do me cheiro ou do que eu gosto, talvez simplesmente não goste mais de mim ou goste eu não sei. Se qualquer pessoa me perguntar hoje o que eu sinto por você eu irei dizer que nada mais, se alguém próximo a mim perguntar o que eu sinto por você eu direi que te amo, mas de uma forma diferente, um amor de carinho e de querer bem, mais se eu mesmo me perguntar o que eu sinto por você bom veja bem meu bem isso eu não sei responder, talvez seja apenas confusão por não falar mais com você, por ambos agirmos como completos estranhos perto um do outro. Talvez eu não goste mais de você mais se eu disse-se que não amo seria uma trágica mentira, eu lembro da primeira vez que disse isso a você, não sei se você chega a lembrar mais meu bem meu coração bateu tão rápido naquele momento que você apenas disse e demonstrou o mesmo que eu tive mais certeza de que eu realmente te queria bem,  e te queria bem perto da minha vida, posso te relembrar daquele dia? Seu ultimo dia de aula no mesmo turno que o meu, ultima manhã juntos, como eu amava ficar com você durante cada intervalo, isso pode parecer clichê mais eu lembro de todas as vezes. Eu não sei o que esperar escrevendo isso, talvez eu apenas quisesse que você visse e entende-se que era pra você, e vinhe-se falar comigo só isso, sem cobranças, ou ressentimentos só queria conversar, já faz muito tempo.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário