8 de fev de 2015

Entrevista com Kelly Mathies

 1-Me fale um pouquinho sobre você.

Bom, meu nome é Kelly, acho que isso você já sabe né? Tenho 18 primaveras, mas daqui alguns mesesinhos fico mais velha. Sou de Florianópolis, moro aqui desde sempre. Sou teimosa ao extremo, mas tenho um lado sensível que me irrita, para ser sincera. Faço faculdade de jornalismo, e quero ser uma grande escritora um dia (pode sonhar, não pode?). Já quis ser muitas outras coisas, mas acho que a minha paixão é essa, então não tem como lutar contra isso. Não sei bem o que devo dizer, sou péssima em me descrever, mas vamos dizer que sou uma viciada em livros, em filmes e em séries. Adoro uma boa música, e andar pela casa cantando é um hobby até divertido. Sou um pouco fora da casinha, mas dizem que as melhores pessoas são loucas, então espero que estejam certos.

2-Se pudesse se descrever em uma música, qual música seria? 

É um tantinho complicado escolher só uma, mas eu escolheria Don't You Worry Child do Swedish House Mafia. Ela me traduz por inteiro. Essa coisa de ter medo e ver que as coisas acabam rápido demais. "Não se preocupe criança, veja, os céus têm um plano para você", e eu espero que tenha mesmo.

3-Quais são as coisas que mais gosta de fazer? 

Adoro ver filmes com uma panela de brigadeiro do lado, juro, principalmente aquelas comédias românticas bobinhas, sabe? Também passo muito tempo escrevendo, então vamos dizer que gosto bastante disso. Ler também entra na lista, até porque tenho uma imaginação fora do comum e preciso usá-la para algo de bom. Ah, tomar sorvete também. Podem me chamar de gorda à vontade.

4-Se pudesse ser qualquer pessoa, que pessoa você seria?

Seria com toda certeza a Demi Lovato, até falei sobre isso em um post. Não pela aparência, não pelo estilo ou pelo sucesso, mas por quem ela é. Pela força que ela tem, por não ter tido medo em pedir ajuda, por ter sido forte em aguentar os problemas. Pela mulher incrível que ela se tornou. Até mesmo por rir dos seus próprios erros, sua próprias brincadeiras. Eu a admiro muito.

5-Qual o seu maior sonho ?

São tantos menina. Acho que o maior de todos é ser uma escritora, conseguir contruir um livro, e fazer com que as pessoas se identifiquem. Depois tenho outros sonhos, como poder ir para fora do país, encontrar uma amor verdadeiro desses de filme (que clichê), e até mesmo aprender a tocar teclado. Sim, são coisas bobas, mas elas significam muito no meu caso. 

6-De onde surgiu o nome "Caligrafando-te"? E me fale um pouquinho sobre o seu blog.

O nome do blog surgiu por impulso. Estava criando o blog em um dia, mas não fazia ideia do que colocar no nome, até que fui ler uma matéria, ou algo assim, e me deparei com esse termo. Me encantei por ele logo de cara, e acabei usando. Já tentei mudar, mas os leitores não concordaram muito com a ideia, então acabou virando minha marquinha mesmo. O blog é meu refúgio da realidade. Tem horas que acordo inspirada para criar um texto, e o acabo fazendo. Tem outros dias que levanto com uma música na cabeça, e acabo montando uma playlist. São meus momentos descritos. Tem de tudo um pouco. Ele surgiu por acaso, mais precisamente por causa da faculdade, e se tornou um pedacinho da minha pessoa.

7-Você tem alguma inspiração para criar seus posts? Se sim fale pra gente em quem você se inspira.

Como eu disse na pergunta anterior, é questão de circunstâncias. Se estou mais musical no dia, procuro um tema que tenha a ver com isso. Se meu momento não é muito bom, uso para escrever uma dissertação, ou até mesmo uma história. Se ando querendo mudar, vou atrás de coisas com decoração. Até quando me sinto para baixo comigo mesma, procuro uma forma de expressar que está tudo certo. Dizem que eu sou do tipo clichê, e é verdade. Boto no papel exatamente aquilo que está na minha cabeça. Alguns gostam, outros nem tanto. Além disso tudo, admito que os comentários que recebo, e as pessoas falando que gostam do meu blog me inspira e muito. Não é puxação de saco, isso realmente me faz querer ficar ativa. Isso me motiva.


4 comentários:

  1. Ai, que linda ♥ Adorei te conhecer, e ser entrevistada. Fiquei muito feliz quando me convidasse para participar e tal, e mais ainda quando cê me diz que sou sua inspiração. Caiu até um cisco no meu olho, juro. Adorei teu blog também, e tô te seguindo <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que amei te conhecer, muito muito, e amei que você tenha aceitado ser a entrevistada *---* Mais é minha inspiração mesmo ♥ ♥ ♥ Seja bem vinda ♥-♥

      Excluir
  2. Adorei o projeto. Beijos te convido a visitar o meu blog
    http://quaseit.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir